12.3 C
Distrito Federal

Novos anestesistas da rede pública de saúde do DF começam a atuar nesta segunda-feira (17)

Mais Lidas

A Secretaria de Saúde (SES-DF) investiu R$ 20 milhões na contratação de 150 profissionais de anestesia, que passam a atuar na segunda-feira (17). Nos próximos 12 meses, serão cerca de 26 mil procedimentos de anestesiologia da lista de espera. A resolução que autoriza a contratação foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) no mês de novembro de 2023, e válida por até dois anos.

Nas últimas tentativas de nomear anestesistas como servidores da SES-DF, houve baixa adesão. Nesse sentido, a secretária de Saúde, Lucilene Florêncio, explica a necessidade da contratação de pessoa jurídica, incluindo profissionais individuais, empresas e cooperativas. “Teremos anestesistas operando em todos os hospitais da rede. Esta semana, eles já conheceram as equipes de trabalho e as características das salas de cirurgia”, afirma.

Esses profissionais visitaram uma dezena de unidades públicas de saúde: Hospital Regional de Taguatinga (HRT), Hospital Regional de Samambaia (HRSam), Hospital Regional de Ceilândia (HRC), Hospital Regional de Brazlândia (HRBraz), Hospital Regional de Planaltina (HRPl), Hospital Regional de Sobradinho (HRS), Hospital da Região Leste – Paranoá (HRL), Hospital Regional da Asa Norte (Hran), Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib), e Hospital Regional do Gama (HRG).

A diretora de Serviços de Urgência e Cirurgia, da Secretaria de Saúde, Juliana Leão, destaca que esse é um contrato inédito. “No ano passado, realizamos mais de 86 mil cirurgias eletivas e de urgência. Esse novo modelo de contratação ocorre como uma das inúmeras estratégias da pasta para preencher as vagas necessárias”, destaca. A gestora explica ainda que, apesar dos concursos realizados, das ampliações de carga horária e de todas as ações realizadas, a SES-DF não conseguiu atingir o dimensionamento ideal de profissionais. “Mas a pasta continuará tentando prover as vagas de forma estatutária. Queremos esses profissionais conosco”, complementa.

A referência técnica distrital (RTD) de Anestesiologia, a médica Lucila Annie Baldiotti Farias, afirma que essa contratação permitirá o pleno aproveitamento de todas as salas cirúrgicas da Secretaria de Saúde. “Com mais profissionais, todas as equipes cirúrgicas terão condições de operar. Hoje, elas precisam se revezar de acordo com a disponibilidade de anestesistas”, explica.

Com essa modalidade proposta de credenciamento, os pagamentos ocorrerão por número de anestesias realizadas, ou seja, por produção. “Dessa forma, evitamos o desperdício de recursos por licenças inesperadas ou falta de equipe, e conseguiremos atender à demanda reprimida”, acrescenta Farias.

Investimento

A SES-DF entregou, neste mês de junho, 11 novos aparelhos de anestesia, a hospitais da rede pública com o objetivo de ampliar a segurança durante os procedimentos cirúrgicos, com investimento de R$ 3,2 milhões. A aquisição dos aparelhos completa o lote inicial de 64 unidades recebidas em julho do ano passado, quando a pasta fez um investimento de R$ 18 milhões. Agora, todas as salas de cirurgia contarão com esse tipo de equipamento.

*Com informações da SES-DF

 

Fonte: Agência Brasília

Nos siga no Google Notícias

Comentários

Veja também

Últimas Notícias